Sábado, 15 de Agosto de 2020
34 98440 8052
Uberlândia Bairro Granada

Programa Saúde Escolar realiza testes de acuidade visual em estudantes

Nesta semana, foi a vez dos alunos da Escola Municipal Professor Valdemar Firmino de Oliveira receberem a visita dos agentes escolares.

23/11/2019 07h57
Por: Irineu Castanheira Fonte: Agência PMU
Foto: Agência PMU
Foto: Agência PMU

O cuidado permanente desde as primeiras idades é fundamental para uma vida com mais qualidade e protegida de várias enfermidades. Por isso, o Programa Saúde Escolar realiza ações preventivas dentro das escolas durante todo o ano buscando sinais que demandem avaliação médica e acompanhamento por outros profissionais em saúde da atenção primária.

Uma das ações realizadas é a o teste de acuidade visual – popularmente chamado de exame de vista. À medida que os profissionais constatam algum tipo de dificuldade de visão, encaminham as crianças para o acompanhamento de um oftalmologista.  Somente neste ano, os agentes de saúde escolar realizaram mais de 52 mil avaliações em todas as escolas da rede municipal. Destes, cerca de cinco mil foram encaminhados para avaliação médica no Ambulatório de Oftalmologia.

Para a coordenadora do programa, Andrea Flávia Silva Correa, a ação da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com as escolas ajuda a atender um número maior de crianças e adolescentes. Também ressalta que todos os processos são realizados mediante conhecimento e apoio dos familiares. “Temos estratégias bem direcionadas. Realizamos a sensibilização, falando da importância dos cuidados e assim conseguimos triar alguma deficiência e encaminhar ao especialista”, afirmou.

Nesta semana, foi a vez dos alunos da Escola Municipal Professor Valdemar Firmino de Oliveira receberem a visita dos agentes escolares. Mas, antes do teste, aprenderam sobre os cuidados com a saúde dos olhos, um assunto importante e que requer atenção das crianças, segundo a agente Érika Alves Helgrano.

“Antes da triagem da acuidade visual, reforçamos as precauções, principalmente devido à faixa etária deles. Então, de forma lúdica, falamos dos cuidados com objetos perfurantes, os acidentes que podem ocorrer, evitar coçar os olhos com as mãos sujas e procurar orientação médica diante de qualquer alteração”, explicou.

A estudante Lavínya Vitória Mendonça, de 9 anos, participou da avaliação que aconteceu na Escola Municipal Professor Valdemar Firmino de Oliveira e gostou das explicações sobre os cuidados que todas as crianças devem ter. “Acho legal, porque eles ensinam para gente como evitar acidentes que podem nos machucar, já que nossos olhos são muito sensíveis”, contou.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.