Guiamg
Geral

Presidente da Juventus aponta que futebol está perdendo relevância diante crescimento do esport

e-Sport

11/10/2019 14h21Atualizado há 1 semana
Por: Irineu Castanheira
Fonte: espn
Divulgação
Divulgação

Visto por aqueles que já investem no mercado como forma de atrair parte do público jovem que já não é mais tanto atraído pelo esporte tradicional, o esporte eletrônico já começa a figurar como uma ameaça para a modalidade mais praticada no mundo atual: o futebol. Assim enxerga o presidente da Juventus, Andrea Agnelli.

Durante evento realizado na Inglaterra com a presença de outros executivos do futebol europeu, o mandatário do clube italiano apontou que as agremiações precisam “mudar em relação ao comportamento do consumidor, olhando para a Geração Z e notar que os concorrentes do jogo são os esports e Fortnite”.

“Precisamos mudar nosso olhar em relação ao consumidor. Estamos olhando para a Geração Z, os novos nativos digitais e qu estão se tornando adultos. Precisamos ver como que esta geração se comporta e pensar, seriamente, que nossos concorrentes não serão clubes vizinhos, mas sim os esportes eletrônicos, League of Legends e Fortnite. O futebol ainda está crescendo em alguns países, mas em outros está perdendo relevância”, completou.

Visão esta parecida com a do diretor executivo do Liverpool, Peter Moore. Em entrevista à revista Arabian Business, em janeiro, o comandante do clube inglês apontou parte do público jovem prefere o videogame a assistir um jogo de futebol.

“Noventa minutos é tempo demais para um Millennial ficar sentado no sofá. Quando observo a audiência e a quantidade de ingressos vendidos a esse público, me preocupo como CEO de um time de futebol que depende que a próxima geração de fãs nos assista”, afirmou. Ainda de acordo com o executivo, os clubes precisam evoluir de forma tecnológica as transmissões que fazem e a forma como apresentam o esporte porque, se não, vão perder o público jovem. Moore afirmou que pretende utilizar a experiência que tem do mercado de games para criar forma de atrair a atenção dos jovens para o Liverpool.

Atualmente, vários clubes tradicionais já estão inseridos nos esportes eletrônicos. O mais recente a entrar foi o Manchester City, que se tornou parceiro do FaZe. No Brasil, tivemos o Corinthians retornando com um investimento no Free Fire, modalidade que também interessa ao Vasco, conforme revelado pelo ESPN Esports Brasil em setembro.