Domingo, 26 de Junho de 2022
24°

Alguma nebulosidade

Uberlândia - MG

Esportes Paraná

Ginásio do Tarumã reabrirá as portas com centro de treinamento olímpico e espaço poliesportivo

Ícone do esporte e da arquitetura do Paraná, o Ginásio do Tarumã, em Curitiba, vai reabrir as portas em grande estilo. O governador Carlos Massa Ra...

19/05/2022 às 17h10
Por: Irineu Castanheira Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: Albari Rosa/AEN
Foto: Albari Rosa/AEN

Ícone do esporte e da arquitetura do Paraná, o Ginásio do Tarumã, em Curitiba, vai reabrir as portas em grande estilo. O governador Carlos Massa Ratinho Junior conheceu nesta quinta-feira (19), no Palácio Iguaçu, o projeto de revitalização do espaço, que será transformado em uma arena poliesportiva com foco na formação de atletas e também em um Centro de Treinamento Olímpico do Skate. O projeto tem o multicampeão Bob Burnquist como embaixador.

A reforma do complexo, formalmente batizado como Professor Almir Nelson de Almeida, começou neste mês e tem prazo de execução de até sete meses. O investimento é de R$ 3 milhões.

“O Ginásio do Tarumã vai ser modernizado e recriado para voltar aos tempos de glória. Poderá abrigar eventos nacionais e internacionais, além de colaborar com o contraturno escolar, com a formação das nossas crianças. Abrigará também um centro de treinamento com padrão internacional para a prática do skate, permitindo às crianças de Curitiba e do Paraná andarem em uma pista de excelência”, destacou Ratinho Junior.

A reformulação do complexo esportivo foi dividida em três fases e tem o maior medalhista da história do X-Games, a Olimpíada de esportes radicais, como consultor. Burnquist está participando diretamente da concepção do espaço do skate, orientando a confecção do half-pipe coberto, super park e street plaza. Os projetos executivos estão a cargo de escritórios de arquitetura especializados.

“O primeiro passo é dar acesso a equipamentos de qualidade, passando a criar uma oportunidade por meio do esporte para quem antes não tinha essa chance. Serão mais e mais adeptos ao skate, especialmente após esse boom olímpico”, afirmou Burnquist. A modalidade estreou em Jogos Olímpicos na edição de Tóquio, em 2021, e o Brasil já conquistou três medalhas.

A gestão do novo Ginásio do Tarumã será compartilhada – já há um termo de cooperação assinado entre o Estado e a prefeitura de Curitiba. A tendência é que a Confederação Brasileira de Skate (CBSK) e o Instituto Skate Cuida, comandado por Burnquist, também se integrem à administração do local.

“Curitiba merece há muito tempo um espaço desse. Fico feliz de estar presente e poder colocar também o instituto à disposição para criar um programa de atuação para ser usado após a reforma”, explicou o skatista.

ETAPAS– A primeira fase da modernização, já em andamento, contempla a reforma e melhorias da parte interna do ginásio, como a substituição da parte elétrica e hidráulica, pintura, revitalização do piso da quadra esportiva, a substituição do sistema de iluminação, instalação do placar eletrônico e a adaptação estrutural das cabines de transmissão. O término está previsto para ocorrer em agosto.

A segunda etapa, como início logo na sequência, prevê a execução do estacionamento para atendimento ao ginásio e ao centro de treinamento e a troca das cadeiras da arquibancada.

A terceira e última parte contempla a construção do Centro de Treinamento Olímpico do Skate, estimada para começar em julho. Será erguida ao lado do ginásio, em uma área de 3,6 mil metros quadrados. O espaço contemplará half-pipe coberto, super park e street plaza, destinados ao treinamento de atletas, realização de eventos oficiais e de ações de inclusão social. As pistas seguirão os padrões internacionais.

Com área coberta de 450 metros quadrados, o half-pipe terá estrutura metálica com revestimento em chapas de fórmica adequadas para a prática do skate. O equipamento seguirá o padrão do ginásio, cuja cobertura é tombada pelo patrimônio histórico. Serão entre 4 e 5 metros de altura, 14 metros de largura e aproximadamente 20 metros de comprimento.

Já a área do super park será de 775 metros quadrados, erguido em concreto armado. O street plaza, por sua vez, conta com 1.050 metros quadrados e vai simular obstáculos com origem em espaços urbanos, com rampas dispostas entre os diferentes níveis de plataformas.

Além disso, estão previstos lanchonete, café e loja para o complexo. “As crianças do Paraná terão contato com o que há de melhor no skate do Brasil e do mundo. A história do esporte do Paraná está sendo recuperada”, disse o superintendente estadual do Esporte, Helio Wirbiski.

“Esporte e educação, juntos, são a transformação. Curitiba merece”, acrescentou o vice-presidente da CBSK, Eduardo Dias.

PRESENÇAS– Participaram do evento o diretor-presidente da Paraná Esporte, Valmir da Silva Matos; o coordenador da Paraná Esporte e do Ginásio do Tarumã, Rogério Riva; o diretor de Inovação do órgão, José Alberto Campos; e o secretário municipal de Esporte, Lazer e Juventude, Carlos Eduardo Pijak Jr.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários