Domingo, 26 de Junho de 2022
24°

Alguma nebulosidade

Uberlândia - MG

Saúde Ceará

Cartilha produzida pela Sesa orienta como identificar os possíveis sinais de violência sexual em crianças e adolescentes

O abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes constituem-se como um problema de saúde pública, causando danos e sofrimentos físico, sexu...

18/05/2022 às 11h10
Por: Irineu Castanheira Fonte: Secom Ceará
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Ceará
Foto: Reprodução/Secom Ceará

O abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes constituem-se como um problema de saúde pública, causando danos e sofrimentos físico, sexual e psicológico. Com o objetivo de orientar professores, profissionais da Saúde e a população em geral a identificar os possíveis sinais de violência sexual em crianças e adolescentes, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) lança, nesta quarta-feira (18), a cartilha 10 Dicas para Identificar Possível Sinais de Abuso Sexual Infantojuvenil e Como Agir.

Acesse a cartilha – versão digital
Acesse a cartilha – versão para impressão

O lançamento coincide com o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

“A Sesa desenvolveu uma cartilha de orientação para que os profissionais que trabalham dentro dessa rede, não só do setor Saúde, possam identificar os possíveis sinais de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes e possam referenciar essas pessoas dentro da rede de assistência. Essas unidades de referenciamento, pertencentes à Rede Pontos de Luz, são locais de acolhimento e proteção que estão distribuídas em todo o Ceará para acolher, proteger e orientar essas vítimas”, descreve o titular da pasta, Marcos Gadelha.

Rede Pontos de Luz

A Rede Pontos de Luz oferece acesso acolhedor a mulheres, crianças e adolescentes que sofrem abuso e exploração sexual. “É um trabalho articulado, que envolve serviços de saúde, delegacias, conselhos tutelares, Ministério Público e outros setores. O objetivo é que a Rede Pontos de Luz se fortaleça cada vez mais, promovendo um serviço de qualidade, que cuida, orienta e dá o suporte necessário”, relata a secretária executiva de Políticas de Saúde (Sepos) da Sesa, Luciene Alice.

Durante o atendimento, as vítimas de violência recebem acolhimento, profilaxias contra infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), contracepção de emergência e orientações sobre a rede de segurança e proteção social. “Essa Rede tem por finalidade desenvolver ações conjuntas, pois, pela complexidade que envolve, somente com integração pode-se obter melhores resultados nas ações desenvolvidas”, complementa a gestora.

Confira as unidades da Rede Pontos de Luz

Disque 100

Havendo alguma suspeita, é possível fazer a denúncia anônima por meio do canal Disque 100. A ligação é gratuita, funciona 24h, todos os dias da semana, inclusive aos sábados, domingos e feriados. As chamadas podem ser feitas por aparelhos fixos ou móveis.

Seminário na Procuradoria Geral de Justiça

Nesta quarta-feira (18), a Rede Estadual Pontos de Luz realiza o evento Seminário 18 de Maio: Juntos no enfrentamento à violência sexual contra a criança e o adolescente. A cerimônia é aberta ao público e ocorrerá das 13h às 17h, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), no Centro Administrativo, no bairro Cambeba.

A programação contará com a palestra A escola como espaço de proteção contra a violência sexual de crianças e adolescentes, além de mesa com o tema Cuidar das vítimas: o que fazer quando se identifica violência sexual? e o lançamento da Cartilha orientadora da Sesa 10 Dicas para Identificar Possível Sinais de Abuso Sexual Infantojuvenil e Como Agir.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários