Quarta, 21 de Abril de 2021
34 9987 27 0 11
Geral Tocantins

Sistema desenvolvido pela ATI gerenciará todas as fases da execução penal no Estado

Por meio do sistema Hades, Cepema poderá ter acesso a informações das pessoas que cumprem penas em medidas alternativas

08/04/2021 14h56
Por: Irineu Castanheira Fonte: Secom Tocantins - Thaís Ramalho
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Agência de Tecnologia da Informação (ATI) disponibilizará, na próxima semana, o sistemaHadespara a Central de Penas e Medidas Alternativas de Palmas (Cepema). Com a implantação, todas as fases de execução penal no Estado serão gerenciadas de forma informatizada.

OHadesjá estava disponível para a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) e para a Defensoria Pública do Tocantins (DPE-TO). Nele, é possível ter acesso a todas as informações pessoais e em tempo real a respeito dos custodiados pelo Estado, dos monitorados por meio de tornozeleiras eletrônicas e dos que cumprem penas em medidas alternativas.

Responsável por acompanhar as pessoas encaminhadas pelo Poder Judiciário para o cumprimento de medidas alternativas penais, a Cepema poderá, por meio doHades, já ter acesso à ficha de cada apenado com a qualificação geral, bem como motivo e número do processo. Além disso, serão disponibilizadas todas as informações sociais, educacionais, psicológicas, entidades parceiras e o histórico do cumprimento dessa medida junto à entidade.

Conforme o desenvolvedor do sistema e gerente da Divisão de Segurança Pública da ATI, David Neme Muradás, oHadesfacilitará, também, a geração das fichas dos custodiados no caso do cumprimento da pena no sistema prisional. “Dentro do próprio sistema, os profissionais já terão acesso aos dados de cada pessoa, logo que chegarem à Cepema. Caso a medida vá para o sistema prisional, a ficha já estará pronta bastando, apenas, fazer o cadastro de entrada na unidade”, explica.

Para a gerente de Política de Alternativas Penais da Cepema, Bárbara Vieira, o sistema facilitará os serviços nas Cepemas. “Um sistema como esse é interessante no sentido de viabilizar a informatização dos dados a respeito do público atendido e dos serviços disponibilizados nas Cepemas [Centrais de Penas e Medidas Alternativas]”, afirma.

Edição: Alba Cobo

Revisão Textual: Marynne Juliate

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.