Guiamg
Famosidade

César Tralli e Globo vencem processo movido por PM

Um polícia militar preso em 2017 movia um processo contra o apresentador e a emissora por dano morais

Freelancer

FreelancerSocial, Eventos, Destaques

22/08/2019 17h37
Por: Irineu Castanheira
Divulgação
Divulgação

Um policial militar foi preso em 2017 por conta de uma investigação da corregedoria da Policia Militar de São Paulo que procurava envolvimento de PMs com tráfico de drogas e organizações criminosas. O homem chegou a ser preso, mas não foi indiciado formalmente.

 Na época a notícia foi dada por César Tralli e o homem entrou com um processo contra o jornalista e a emissora alegando que Tralli fez comentários que depreciaram sua honra. “É ótimo que a própria PM corte na carne esses péssimos policiais, policiais bandidos na verdade”, disse Tralli na ocasião.

 O policial militar, que teve o seu nome mantido em sigilo, pedia uma indenização de R$ 100 mil por conta dos problemas que teve após a exibição da reportagem. Nas duas instâncias, a Justiça negou a indenização por conta da liberdade de expressão e crítica previstas na Constituição Federal.

 A sentença deu o ganho de causa para o apresentador do SP1 e para a emissora carioca, o relator do caso, desembargador Hélio Faria, argumentou que “quando a mídia presta informação revestida de interesse público, ainda que acompanhada por comentários de alerta à sociedade, não é possível falar em ofensa à honra”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.