Quinta, 19 de Maio de 2022
10°

Alguma nebulosidade

Uberlândia - MG

Saúde Acre

No Acre, Crie realiza vacinação de crianças e jovens que necessitam de condições especiais

Desde o fim de 2020, quando foi anunciado o início da compra de imunizantes contra a covid-19, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado ...

28/01/2022 às 19h35
Por: Irineu Castanheira Fonte: Secom Acre
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Acre
Foto: Reprodução/Secom Acre

Desde o fim de 2020, quando foi anunciado o início da compra de imunizantes contra a covid-19, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), sempre se colocou à frente para garantir o máximo de vacinas possíveis para a população acreana.

O acesso à vacina é essencial, por isso, o Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (Crie) vem realizando a vacinação de crianças e adolescentes que necessitam de condições especiais para a aplicação de imunizantes.

Larissa é acompanhada pelo Crie desde os 6 meses. Foto: Odair Leal/Secom
Larissa é acompanhada pelo Crie desde os 6 meses. Foto: Odair Leal/Secom

Na tarde da última quinta-feira, 28, o Crie realizou a vacinação contra a Covid-19 em ambiente hospitalar da Larissa Marques, 18 anos, na Unidade de Pronto Atendimento do Segundo Distrito. A menina é acompanhada pela unidade desde que tinha aproximadamente 6 meses.

A paciente passou por vacinas de rotina que são necessárias aos recém-nascidos e apresentou alergia ao componente de um desses imunizantes, desde então, a menina é acompanhada pela equipe de médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem do Crie.

O pai da garota afirma que a imunização é muito importante, e que partiu da filha a iniciativa de tomar a vacina contra covid-19. Foto: Odair Leal/Secom
O pai da garota afirma que a imunização é muito importante, e que partiu da filha a iniciativa de tomar a vacina contra covid-19. Foto: Odair Leal/Secom

Sobre a vacinação da covid-19, a jovem acredita que a imunização é essencial para garantir que as pessoas fiquem bem mesmo após contrair a doença: “Quando eu era bebê ainda, tive alergia a um componente de vacina, desde então o Crie me acompanha em todas as vacinas que eu tomo. É muito importante mesmo tomar a vacina, porque protege quem está ao meu redor e se eu tomar é melhor ainda, porque vou apresentar sintomas leves se contrair a doença”.

O pai de Larissa, Luiz Marques, de 54 anos, ressalta que o Crie sempre foi solícito e atendeu bem a sua filha. “Ela já faz esse acompanhamento pelo centro praticamente desde que nasceu, nós sabíamos a importância dessa imunização dela, e por isso ela procurou todos os meios de se imunizar mesmo sabendo que tem alergia”, comenta.

Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom

“Estamos imunizando a Larissa com a segunda dose da Pfizer, esse acompanhamento com ela nós chamamos de vacinação assistida, que é realizar a imunização na presença de um médico e enfermeiro, para que o vacinado tenha o suporte necessário”, afirma o médico, Osvaldo Leal.

A enfermeira do Crie, Daíla Timbó, explica que a vacinação em ambiente hospitalar garante a integridade e segurança para quem necessita de condições especiais de vacinação, como é o caso da Larissa.

Além disso, é importante ressaltar que o Centro de Referência tem realizado a vacinação contra o coronavírus em outras crianças com necessidades imunobiológicas especiais. A vacina infantil contra o vírus é essencial para combater a pandemia, pois vai os imunizados apresentam sintomas mais leves caso contraiam a Covid-19.

O Crie fica localizado no bairro Ipase, próximo à Maternidade Bárbara Heliodora, e fica aberto de segunda a sexta das 7h até as 17h.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários