Guiamg
Uberlândia

Morre no HC-UFU mulher que perdeu o bebê após ter mais de 60% do corpo queimado há 2 meses

A jovem de 24 anos que teve 80% do corpo queimado

13/08/2019 10h23
Por: Irineu Castanheira

Morreu nesta segunda-feira, 12 de agosto, no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), a jovem de 24 anos que teve 80% do corpo queimado em um incêndio na residência onde ela morava, na Rua Maria Cristina Costa, Bairro Santa Rosa, em Uberlândia. A morte foi confirmada no início da tarde, por volta de meio dia.

Na manhã do dia 17 de junho, um incêndio começou no quarto onde a gestante de 8 meses de gravidez e o marido dela, de 40 anos, dormiam.

No dia seguinte à tragédia, 18 de junho, a jovem perdeu o bebê. O corpo do menino foi enterrado pelos familiares da mãe no mesmo dia.

No dia 22 do mesmo mês, cinco dias após o fato, o homem morreu em decorrência das graves queimaduras que atingiram quase 100% do corpo dele.

A mãe do morador, dona da casa, de 61 anos, também sofreu ferimentos graves pelas chamas que atingiram as pernas dela, e ficou internada quase um mês em tratamento. Ela recebeu alta dia 15 de julho. Um menino de 6 anos inalou fumaça e recebeu atendimento, mas ganhou alta no mesmo dia.

De acordo com a Defesa Civil, a estrutura do imóvel ficou abalada. A suspeita é de que o fogo iniciou com a explosão de um galão de combustível utilizado pelo morador para abastecer uma motoneta. A família perdeu quase tudo no incêndio.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.