Quarta, 01 de Dezembro de 2021
20°

Chuva fraca

Uberlândia - MG

Geral Mato Grosso

Delegação da Coréia do Sul estreita laços comerciais com Mato Grosso

Durante a visita técnica, o secretário apresentou as potencialidades de MT e as vantagens de se investir no Estado

25/11/2021 às 09h55
Por: Irineu Castanheira Fonte: Secom Mato Grosso
Compartilhe:
- Foto por: Sedec/MT
- Foto por: Sedec/MT

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, recebeu, nesta quarta-feira (24.11), uma delegação da Coréia do Sul liderada pelo cônsul-geral coreano no Brasil, Insang Hwang. A visita técnica tem o intuito estreitar laços comerciais entre a Coréia e Mato Grosso.

O grupo de 7 pessoas contou ainda com a presença do presidente e diretores da empresa de aço, Posco e da Agência comercial do governo coreano no Brasil (Kotra).

Na reunião o secretário apresentou as potencialidades de Mato Grosso e as vantagens de se investir no Estado. “Temos muito a oferecer à Coréia, o maior valor agropecuário nacional, a posição geográfica do Estado é privilegiada quanto ao escoamento das exportações pelos Portos, segurança jurídica, os melhores incentivos fiscais do Brasil. Além de uma economia em ascensão”, explicou ele.

Miranda frisou que há muito a se ganhar com a cooperação econômica bilateral.

De acordo com o cônsul, os setores de maior interesse do empresariado sul coreano são a produção de etanol de milho e as malhas ferroviárias e hidroviária existentes em Mato Grosso. Mas também há possibilidade quanto à exportação do frango produzido no Estado. Atualmente 50% da carne de aves exportadas pelo país é de origem brasileira.

“Nossa conversa foi bastante produtiva, tudo que vimos aqui levaremos a conhecimento de grandes empresários do nosso País. Acredito que em breve nos reencontraremos e queremos que nos visitem, também conheçam nossas empresas alimentícias”, citou Hwang.

O presidente da empresa de aço Posco no Brasil, Youngseob Jang, uma das maiores companhias produtoras de aço do mundo, destacou o interesse especial na produção mineral do Estado. “A produção mineral de Mato Grosso é bastante ampla. Nos foram apresentadas muitas oportunidades de investimento no Estado até mesmo fora dessa área que merecem um estudo”, disse.

A agenda da delegação se estende por mais 2 dias no Estado. Eles ainda vão visitar o Governo do Estado, a Federação das Indústrias(Fiemt), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Famato), Prefeitura de Cuiabá e empresas multinacionais do setor alimentício.

Haiti

Nesta quarta-feira (24.11) o secretário César Miranda também recebeu a embaixadora do Haiti no Brasil, Rachel Coupaud, que veio ao Estado tratar de ações voltadas à população haitiana que vive em Mato Grosso.

“Queremos traçar um plano, ser a ponte para oferecer melhores condições ao povo haitiano que vive aqui. Saber em que o Governo de Mato Grosso pode nos ajudar para dar qualidade de vida aos haitianos, esclareceu a embaixadora.

O secretário falou da possibilidade de qualificação da mão de obra haitiana que poderia ser absorvida nas indústria e comércio do interior do Estado.

“Podemos ver a viabilidade de oferecer qualificação profissional para os haitianos que moram em Mato Grosso, para aproveitar a mão de obra. Além de pensar em linhas de crédito específicas voltadas àqueles que desejam empreender”, enfatizou.

Esta é a primeira visita da embaixadora a Mato Grosso. Ela está no País há 9 meses.

Atualmente há 100 mil haitianos no Brasil, sendo que 12 mil deles vivem em solo mato-grossense.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários