Guiamg
Uberlândia

Sistema Capim Branco garantirá água tratada para 3 milhões de pessoas

Obras para a construção do equipamento seguem em ritmo avançado

09/07/2019 21h37
Por: Irineu Castanheira
Divulgação
Divulgação

As obras do Sistema de Captação e Tratamento de Água Capim Branco, localizadas próximo à comunidade Tenda do Moreno, estão em ritmo avançado, com várias estruturas já finalizadas. Após concluídas, um dos maiores equipamentos de saneamento público do país garantirá água tratada para até três milhões de pessoas nas próximas décadas. O investimento nesta 1ª etapa é de R$ 336 milhões, financiados e repassados em parcelas pela Caixa conforme o andamento dos trabalhos.

A estrutura é composta por uma Estação de Tratamento de Água (ETA), duas adutoras com extensão total de 20 km, uma caixa de transição e um canal de captação da água. Esses equipamentos serão interligados com os sistemas Bom Jardim e Sucupira.

O Prefeito Odelmo Leão destacou a importância do empreendimento para o futuro da cidade. “Uma gestão séria se preza em garantir o desenvolvimento sustentável da cidade. Por isso, estamos garantindo abastecimento, saneamento e qualidade de vida para nossa população, além de também gerar estrutura suficiente para atrair novos investimentos para Uberlândia”, ressaltou.

Estrutura de grande porte

A execução da ETA conta com equipamentos essenciais ao processo de tratamento de água, como floculadores, decantadores, reservatórios com capacidade total de 10 milhões de litros, casa de química, sala de cloração e uma unidade de tratamento de resíduos (UTR).

Interligado à ETA, há o transporte da água tratada até o reservatório do bairro Custódio Pereira em uma adutora com extensão de 15,5km e diâmetro de 1,1 metro. A tubulação está 98% concluída, faltando apenas a travessia do Anel Viário Sul. Já a adutora de água bruta, com 4,5 km de extensão, está com 80% finalizada. Esta estrutura será a responsável pelo transporte de água do canal de captação na represa Capim Branco até a ETA.

Prédio de 10 andares

O sistema conta também com uma caixa de transição, que está com a parte civil 100% pronta. Com área de 400m² e altura equivalente a um prédio de 10 andares, o dispositivo tem capacidade de armazenar 500 mil litros. Esse equipamento é responsável pela passagem do regime de bombeamento, iniciado na captação para o regime de gravidade com destino ao Centro de Reservação do Custódio Pereira.

Canal de Captação

Também faz parte do Sistema Capim Branco, um canal de captação de água bruta, localizado às margens da represa, que está com a parte estrutural concluída.  Neste momento está sendo feito a instalação das motobombas para o transporte dos recursos hídricos via adutora até a ETA.

Até mesmo durante a sua construção, o equipamento tem importância social, gerando 330 empregos diretos e indiretos.