Domingo, 01 de Agosto de 2021 01:50
34 9987 27 0 11
Geral Tocantins

Polícias Civil e Militar deflagram operação Barra Limpa para investigar crimes contra a administração pública

Nas residências dos investigados, foram apreendidos comprovantes bancários, notebooks, pendrives e celulares

22/06/2021 16h25
Por: Irineu Castanheira Fonte: Secom Tocantins
Nas residências dos investigados, foram apreendidos comprovantes bancários, notebooks, pendrives e celulares - Foto: SSP/Governo do Tocantins
Nas residências dos investigados, foram apreendidos comprovantes bancários, notebooks, pendrives e celulares - Foto: SSP/Governo do Tocantins

A Polícia Civil do Tocantins (PC-TO) e Polícia Militar (PM TO) deflagraram, na manhã desta terça-feira, 22,a operaçãoBarra Limpa, que visa coibir crimes contra a Administração Pública praticados por servidores no âmbito da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça do Tocantins (Seciju-TO).

A ação contou com o apoio da operaçãoHórus, por meio da 3ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (Deic); do Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote); da Delegacia de Repressão a Roubos (DRR); da 2ª Divisão Especializada deHomicídios e Proteção à Pessoa (DHPP-Araguaína); e da 2ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos (Denarc - Araguaína).

Sob coordenação do delegado Jodivan Benevides, titular da 3ª Deic Araguaína, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão na cidade de Araguaína. Nas residências dos investigados, foram apreendidos comprovantes bancários, notebooks, pendrives e celulares.

Operação Hórus Vigia

Dentro das prioridades de combate ao crime organizado e à corrupção, o Ministério da Justiça e a Segurança Pública têm entre seus projetos estratégicos o Programa VIGIA. O objetivo é blindar o país da entrada de armas, drogas e produtos contrabandeados pelos cerca de 16 mil km de fronteira.Entre as linhas de atuação estão as operações integradas, aquisição de equipamentos, capacitações e bases operacionais com integração de sistemas. No Tocantins, a operação é executada em conjunto pelas polícias Civil e Militar.