Domingo, 01 de Agosto de 2021 00:14
34 9987 27 0 11
Agricultura Mato Grosso do Sul

“Não coma menos, coma melhor”: através da Agraer, alunos de Angélica recebem alimentos do PNAE

Com apoio da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), escolas municipais de Angélica estão recebendo produtos da merenda escol...

13/06/2021 07h05
Por: Irineu Castanheira Fonte: Secom Mato Grosso do Sul
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Com apoio da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), escolas municipais de Angélica estão recebendo produtos da merenda escolar do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e repassando às famílias dos alunos, já que as aulas presenciais estão suspensas em razão da pandemia de Covid-19.

O programa vem adquirindo uma grande variedade frutas, verduras e legumes, como abóbora, abobrinha, acelga, alface, almeirão, banana, batata doce, berinjela, beterraba, brócolis, cebola, cenoura, cheiro-verde, couve, couve-flor, espinafre, inhame, limão, mamão, mandioca, maxixe, melancia, quiabo, repolho, rúcula e tomate.

Todas hortaliças são distribuídas para as escolas municipais, fazendo com que os alunos recebem uma alimentação saudável, no entanto, com a pandemia e as restrições das aulas presenciais, os produtos passaram a ser entregues para as famílias dos alunos matriculados na rede municipal de ensino, inclusive nas creches.

“Nossa família se dedica à produção de hortaliças e contar com uma compra garantida através do PNAE permite que possamos investir mais na propriedade rural. Estamos muito satisfeitos e pretendemos seguir com essa parceria”, destacou Cleber Luz Graciano, que junto com a esposa Jane dos Santos Moreira, realizou a primeira entrega do projeto.

O plano de aquisição dos alimentos, mais uma vez, foi elaborado pelo escritório regional da Agraer. A parcela do projeto destinado à aquisição de produtos da agricultura familiar beneficiou sete produtores rurais, sendo eles do Distrito de Ipezal, do P.A. Angélica e de demais áreas produtoras do município, totalizando o valor de R$ 45.558,40.

“Fazer parte deste relevante projeto e poder ajudar tanto os pequenos produtores rurais como as famílias dos alunos valoriza muito nossos esforços, pois estamos viabilizando a comercialização de produtos de qualidade, fornecendo alimentos saudáveis às crianças e familiares, além de estimular a Agricultura Familiar de Angélica”, destacou o engenheiro agrônomo George Pereira, coordenador técnico municipal da Agraer local.

Subcom, com informações da Prefeitura de Angélica e da Agraer