Sábado, 19 de Junho de 2021 13:34
34 9987 27 0 11
Geral Mato Grosso

Governo de Mato Grosso consegue autorização para vacinar lactantes contra a Covid-19

Próximas remessas encaminhadas pelo Ministério da Saúde já terão quantidades de doses pactuadas para este público

11/06/2021 16h35
Por: Irineu Castanheira Fonte: Secom Mato Grosso
Mato Grosso tem aproximadamente 44 mil lactantes - Foto por: Secom-MT
Mato Grosso tem aproximadamente 44 mil lactantes - Foto por: Secom-MT

A Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT) aprovou, durante reunião realizada nesta sexta-feira (11.06), a vacinação contra a Covid-19 de lactantes em Mato Grosso. Com a decisão, as próximas remessas encaminhadas pelo Ministério da Saúde já terão quantidades de doses pactuadas para este público.

A reunião foi coordenada pelo secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, que preside a CIB no Estado. De acordo com o setor de Vigilância e Atenção à Saúde do Estado, Mato Grosso tem aproximadamente 44 mil lactantes.

“As lactantes precisam de uma atenção especial, porque a Covid-19 coloca em risco a vida delas e de seus bebês. Por isso, fizemos esse pedido de inclusão nos grupos prioritários e fico muito feliz que a CIB tenha atendido”, declarou o governador Mauro Mendes.

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda a vacinação de mulheres que estão amamentando, independentemente da idade do filho, sem a necessidade de interrupção do aleitamento materno. A Organização Mundial da Saúde (OMS) também defende a imunização de lactantes pertencentes aos grupos de risco e não preconiza a interrupção da amamentação após a vacinação.

“Vamos iniciar a vacinação de todas as lactantes até os dois anos de amamentação, mas a CIB editará uma resolução oficial e detalhada amanhã. Isto é, todas as lactantes terão prioridade de vacinação contra a Covid-19. A partir da publicação da resolução, os municípios já poderão iniciar a imunização deste público”, enfatizou o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo.

A CIB é composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems-MT) e da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

Também participou da reunião o vice-presidente da CIB e presidente do Cosems, Marco Antônio Norberto Felipe. “Essa foi uma decisão tomada em consenso e incluiu mais de 50 secretários municipais de Saúde de Mato Grosso”, pontuou o gestor.

Pesquisas realizadas pela Universidade de São Paulo (USP) apontaram que mulheres lactantes vacinadas possuem anticorpos contra o coronavírus em seu leite mesmo após quatro meses da imunização.

De acordo com a Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS) do Ministério da Saúde, até o momento, foram aplicadas 984.190 doses de vacina contra o coronavírus em Mato Grosso. Deste total, 689.427 aplicações são relativas à primeira dose e 294.763 são relativas à segunda dose.