Domingo, 12 de Julho de 2020
34 98440 8053
Entretenimento Entretenimento

22 ANOS SEM O MAIOR COMUNICADOR DA TV EDSON GABARITI'

Santista de coração estava sempre na baixada santista realizando shows nos melhores clubes como Chão de Estrelas, Ilha Porchat Clube..

30/06/2020 17h58 Atualizada há 2 semanas
Por: Irineu Castanheira Fonte: Luiz kaymi
Divulgação
Divulgação

Nascido em 16 de Julho de 1936 na Cidade de Santos, filho de imigrantes Harabe, Edson Gabariti, mais conhecido por BOLINHA, um apelido que ganhou ainda em criança pelo fato de ser gordinho, Bolinha começou a trabalhar muito cedo, foi feirante, cobrador de ônibus, engraxate, balconista, repórter de futebol e trabalhou em serviço de Alto falante, realizou shows em praças, depois tornou se animador do programa Chuveiros Lorenzett.

Nesta época Chacrinha era audiência na TV Excelsior e recebeu uma irrecusável proposta da Globo para mudar de emissora. Bolinha que fazia corretagem ao programa do velho guerreiro acabou substituindo de última hora e o resultado foi sucesso absoluto! Quando a Excelsior fechou em 1970 Bolinha foi para a Record comandar " A Hora do Bolinha " de 1970 a 1973, nas noites de sábado.

Logo foi contratado pela Bandeirantes para animar as tardes de domingo com o programa "TV BOLINHA" a chegada de Walther Clark a emissoras do Morumbi em 1981, tira Bolinha do ar. O animador ficou dois anos fora da TV, retornando em 1983 pela TV Gazeta e meses depois volta a Bandeirantes. Bolinha foi pioneiro em colocar trans sexuais no ar em plena censura. 

O quadro tinha um toque de irreverência do animador que desmunhecava e zuava os participantes, mais tudo num clima de paz. Bolinha nos anos 70 foi para a rede Bandeirantes, dono de uma voz marcante, foi referência para vários artistas, seu ponto alto era o show de calouros, o quadro ele e elas, líder de audiência nas tardes de sábado, irreverente, autêntico um ser humano de um coração gigante para ajudar às pessoas necessitadas onde chegou a dá apartamento para alguns artistas que estavam em dificuldades. 

Santista de coração estava sempre na baixada santista realizando shows nos melhores clubes como Chão de Estrelas, Ilha Porchat Clube e grandes shows que era realizados nas praias com vários artistas e uma grande equipe de boletes, o Brasil foi palco da sua Caravana a qual realizava cerca de 160 shows por ano.

As famosas camisas floridas de cedas era um Show a partir a crítica chamava de brega ultrapassar mais ele dizia sou brega gordo e feio mais sou sucesso e acolho os melhores nomes da música brasileira. Em 1994 Bolinha se afastou da TV para tratamento de um câncer. 

Tempo depois bastante debilitado exatamente com 61 anos  em 01 de Julho de 1998 o Brasil parou com a notícia de sua morte, algumas homenagens vem sendo prestada por sua filha guerreira Vitória Cury fundou o Instituto Édson Bolinha Cury onde será guardado seu acervo, que criou o Bloco Carnavalesco Clube do Bolinha que estreou neste carnaval de 2020, e está preparando um livro, e um documentário tipo curta metragem.

A Cidade de Uberlândia através do jornalista e radialista Luiz Kaymmi, Bolinha ganhou uma rua em sua homenagem e mais foi a agraciado com um Samba Enredo da Escola de Samba Unidos dó São Gabriel com o tema "BOLINHA SAUDADE NACIONAL". 

Esta em fase final o projeto " Espetáculo Tributo Ao Clube do Bolinha " de Vitória Cury e Luiz Kaymmi, um espetáculo que viajará todo Brasil com vários artistas e boletes antigas e atuais para não deixar no esquecimento sua memória. 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.