Página Inicial / CIDADE / Passagem de ônibus em Uberlândia passa custar R$ 4,00

Passagem de ônibus em Uberlândia passa custar R$ 4,00

O valor representa um reajuste de 5,2%, sendo o menor índice de reposição

Após avaliação dos integrantes da Comissão de Acompanhamento do Serviço Público do Transporte de Passageiro, conforme estabelece o Decreto 14.655/14, foi validado o novo valor da tarifa do Sistema Integrado de Transporte (SIT) de Uberlândia para 2018. A passagem de ônibus passa a vigorar, a partir da zero hora do próximo domingo (21), no valor de R$ 4,00. O valor representa um reajuste de 5,2%, sendo o menor índice de reposição concedido pela Prefeitura de Uberlândia nos últimos quatro anos.

O novo valor foi definido depois de uma análise técnica detalhada da operação do SIT no último ano por parte do Município. As empresas concessionárias pediram que a tarifa passasse a ser R$ 4,48 em 2018, mas a solicitação não foi aceita pelo prefeito Odelmo Leão. Isso porque uma recomposição neste patamar significaria um aumento de quase 18%, o que, segundo a análise técnica, não representaria o custo real do sistema. “Foi uma determinação do prefeito que o reajuste fosse o menor possível. Conseguimos isso com muito empenho, considerando que tivemos muitos desafios em 2017, como a adequação de demandas para novos bairros e locais, por exemplo”, afirmou o secretário municipal de Trânsito e Transportes (Settran), Paulo Sérgio Ferreira.

A planilha validada que resultou na nova tarifa também foi enviada para análise e conhecimento do Ministério Público Estadual (MPE) em Uberlândia, por meio da promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor. O reajuste da passagem, além da inflação registrada no último ano, levou em consideração o aumento do diesel e os custos de manutenção do sistema diante de uma queda de -4,28% no número de passageiros no último ano. Em números, a demanda que era de 4.343.822 em 2016 caiu para 4.157.881 em 2017.

Essa redução também afetou o Índice de Passageiro por Quilômetro Rodado (IPK) médio (quilometragem rodada dividida pelo número de usuários), que teve variação acumulada de -5,81% entre os anos. Segundo consta no contrato de concessão, variações superiores a 5% neste índice, seja para mais ou para menos, incidem no cálculo da tarifa. “Com essa redução no número de passageiros e aumento da rodagem, para que não tivéssemos um reajuste abusivo, tivemos que rever mais uma vez todo o sistema. A Settran está trabalhando e fiscalizando tanto o sistema quanto as concessionárias para garantir um transporte público de qualidade à população”, afirmou o secretário Paulo Sérgio.

Você pode Gostar de:

A quarta edição do Mercado de Pulgas é neste domingo (6)

Vem aí mais uma grande edição do já consagrado Mercado de Pulgas – Antiguidade e …

Encerrada a semana do desarmamento infanto-juvenil

O encerramento da Semana de desarmamento infantujuvenil aconteceu no Parque do Sabiá A iniciativa, que …

Abrigos de ônibus estão sendo instalados no Residencial Pequis

Implantação de novos equipamentos será realizada – na primeira etapa – em 50 bairros de …